Marcadores

acessos (4) Acidentes (3) Anatomia (4) Articulações (4) Artralgia (1) Artrite (11) Artroscopia (1) Artrose (3) Atrofia muscular espinhal (1) Aula (1) Avaliação (3) Backhand (1) bioimpressora (1) Bursite (1) cartilage (1) Cartilagem (2) Cervical (2) Ciclistas (1) Cifose de Scheuermann (1) cinesiologia (2) cirurgia (2) claudicante (1) CMT (1) Cobb (1) Coluna Lombar (3) Coluna Toráxica (1) Coluna Vertebral (4) Corpo Humano (8) Cotovelo (2) criança (1) Crônica (1) Curiosidades (4) Dedo em Gatilho (3) Degenerativa (1) Descobertas (1) Diabetes (3) diabética (2) Diagnóstico (12) Dicionário (1) Diconário (1) Dissecação (1) Distensão (1) Doença (13) Dor (6) Dupuytren (1) Edital (1) Elliot Krane (1) esclerose múltipla (1) Escoliose (2) Espondilite (2) Espondilolistese (2) Espondilose (2) Estiloide (1) Estudo (2) Eventos (2) exame clínico (7) Exame físico (12) Exosesqueleto (1) Fêmur (1) Fibromialgia (1) Finkelstein (1) fixadores (1) flexores (1) Forehand (1) Fratura (7) Gessado (1) Glasgow (1) Gota (1) Hérnia de Disco (1) impressão 3D (1) Inflamação (1) Joelho (12) knee (5) Lasègue (1) Lesões (11) Lombalgia (1) Lombar (2) Manguito Rotador (1) Manual (1) mão (5) marcha anormal (1) Medicina (6) Médico-Paciente (2) Mellitus (1) membros inferiores (4) Membros Superiores (2) motor (1) Movimento (3) Mulher (1) Musculoesquelética (3) Músculos (2) Nervo (5) Neurológico (2) Neurônio (1) Ombro (6) órgãos (1) ortopedia (2) Ortopédico (3) Óssos (4) Osteoartrite (4) Osteocondrite dissecantes (1) Osteocondrose (1) osteomielite (2) Osteonecrose (1) osteoporose (2) Paralisia Cerebral (2) (7) pé torto congênito (1) Perna (3) Pérolas Clínicas (1) Perthes (1) Phallen (1) Poliartrite (2) Postura (1) Postura médica (1) Prognóstico (1) prótese (3) Psoríase (1) Quadril (2) questões resolvidas (2) Recém Nascido (1) Relação (1) Reumáticas (3) Reumatóide (3) RN (1) SBOT (2) Schober (1) Sensitivas (1) Tecnologia (3) tendão (2) tendinite (3) Tenossinovite (1) TEOT (1) Testes (14) Tornozelo (2) Tratamento (4) trauma (2) Trendelenburg (1) Trigger Finger (1) Tumores (1) Túnel do Carpo (2) Ulnar (1) Úmero (1) vídeo (8) Vila Olímpica (1)

domingo, 11 de setembro de 2016

TUMORES ÓSSEOS – Iª PARTE - Perguntas e respostas


1.      Descreva o sistema de Enneking para o estadiamento dos tumores do sistema musculoesquelético?

Há três critérios para o estadiamento de Enneking: grau histológico, local anatômico e presença de metástase, regional ou distante. Para grau histológico, 0 equivalente a benigno, 1 à baixa malignidade e 2 à alta malignidade.  Um osteossarcoma é classificado como grau 2. O local anatômico pode ser inter ou extracompartimental. A terceira categoria distinta é a presença ou ausência de metástases. Os tumores malignos são então classificados como  1A, 1B, 2A, 2B, 3A, 3B. Todas as lesões grau 3 têm uma  metástase. Todas as lesões grau 1 são malignidades de baixo grau e intercompartimentais. As lesões grau 2 são malignidades de alto grau, inter ou extracompartimentais.

2.      Discuta os princípios para biópsia dos tumores musculoesqueléticos.

A amostra da biópsia deve ser excisada em bloco se o tumor é maligno e se houver contemplação de salvar o membro ou de amputá-lo. Não devem ser feitas incisões transversas durante a biópsia, nem devem ser expostas ou dissecadas estruturas neurovasculares importantes.  A biópsia deve atravessar somente um compartimento. Se um tumor ósseo tem uma extensão de partes moles, o osso não deve ser violado, e a amostra deve ser retirada das partes moles somente em sua periferia.
Se o osso tiver que ser violado, confecciona-se um orifício circular ou uma janela oblonga para diminuir a probabilidade de fratura patológica. Se o tumor for um sarcoma, uma fratura patológica habitualmente causa a perda da extremidade.

3.      Quais são os tumores benignos formadores de osso do sistema musculoesquelético?

O osteoma osteóide e o osteoblastoma.

4.      O que é um osteoma osteóide?

O osteoma osteóide é uma lesão osteoblástica benigna, caracterizada por um núcleo bem demarcado (nidus) de habitualmente menos de 1 cm, e uma zona circundante distinta de formação óssea reativa.

5.      Quais são os sinais e sintomas de um osteoma osteóide?

A dor é altamente te característica do osteoma osteóide. Ela é intermitente e vaga, mas gradualmente aumenta em severidade em geral ocorre à noite. A aspirina habitualmente alivia os sintomas de forma completa. O exame ocasionalmente revela edema de parte moles, e a palpação em geral revela dolorimento local.

6.      O que é um osteoblastoma?

O osteoblastoma, embora histologicamente relacionado ao osteoma osteóide, é uma lesão progressivamente crescente de tamanho maior; embora algumas vezes doloroso, ele é caracterizado pela ausência de formação óssea reacional.

7.      Cite os tumores benignos formadores de cartilagem encontrados no sistema musculoesquelético?


Osteocondroma,  Encondroma,  Condroblastoma,  Fibroma condromixóide.


Convido o leitor a acessar o Módulo 3 - Doença Musculoesquelética (Tumores  Ósseos) existente no Hipertexto de Semiologia Ortopédica nesse blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário