Marcadores

acessos (3) Acidentes (3) Anatomia (4) Articulações (4) Artralgia (1) Artrite (11) Artroscopia (1) Artrose (3) Atrofia muscular espinhal (1) Aula (1) Avaliação (3) Backhand (1) bioimpressora (1) Bursite (1) cartilage (1) Cartilagem (2) Cervical (2) Ciclistas (1) Cifose de Scheuermann (1) cinesiologia (2) cirurgia (1) claudicante (1) CMT (1) Cobb (1) Coluna Lombar (3) Coluna Toráxica (1) Coluna Vertebral (4) Corpo Humano (8) Cotovelo (2) criança (1) Crônica (1) Curiosidades (4) Dedo em Gatilho (3) Degenerativa (1) Descobertas (1) Diabetes (3) diabética (2) Diagnóstico (11) Dicionário (1) Diconário (1) Dissecação (1) Distensão (1) Doença (13) Dor (6) Dupuytren (1) Edital (1) Elliot Krane (1) esclerose múltipla (1) Escoliose (2) Espondilite (2) Espondilolistese (2) Espondilose (2) Estiloide (1) Estudo (2) Eventos (2) exame clínico (6) Exame físico (11) Exosesqueleto (1) Fêmur (1) Fibromialgia (1) Finkelstein (1) fixadores (1) flexores (1) Forehand (1) Fratura (6) Gessado (1) Glasgow (1) Gota (1) Hérnia de Disco (1) impressão 3D (1) Inflamação (1) Joelho (12) knee (5) Lasègue (1) Lesões (11) Lombalgia (1) Lombar (2) Manguito Rotador (1) Manual (1) mão (5) marcha anormal (1) Medicina (6) Médico-Paciente (2) Mellitus (1) membros inferiores (4) Membros Superiores (2) motor (1) Movimento (3) Mulher (1) Musculoesquelética (3) Músculos (2) Nervo (5) Neurológico (2) Neurônio (1) Ombro (5) órgãos (1) ortopedia (2) Ortopédico (3) Óssos (4) Osteoartrite (4) Osteocondrite dissecantes (1) Osteocondrose (1) osteomielite (2) Osteonecrose (1) osteoporose (2) Paralisia Cerebral (2) (7) pé torto congênito (1) Perna (3) Pérolas Clínicas (1) Perthes (1) Phallen (1) Poliartrite (2) Postura (1) Postura médica (1) Prognóstico (1) prótese (3) Psoríase (1) Quadril (2) questões resolvidas (2) Recém Nascido (1) Relação (1) Reumáticas (3) Reumatóide (3) RN (1) SBOT (2) Schober (1) Sensitivas (1) Tecnologia (3) tendão (2) tendinite (3) Tenossinovite (1) TEOT (1) Testes (13) Tornozelo (2) Tratamento (4) trauma (2) Trendelenburg (1) Trigger Finger (1) Tumores (1) Túnel do Carpo (2) Ulnar (1) Úmero (1) vídeo (8) Vila Olímpica (1)

domingo, 7 de agosto de 2016

Ortopedia

 A ortopedia é a especialidade médica dedicada ao diagnóstico, tratamento, reabilitação e prevenção de lesões e doenças que afetam o sistema músculo-esquelético de seu corpo.

Esse sistema complexo inclui seus ossos, articulações, ligamentos, tendões, músculos e nervos, e permite que você se movimente, trabalhe e seja ativo.

Embora, inicialmente, a ortopedia fosse dedicada ao cuidado de crianças com deformidades da coluna vertebral e das extremidades, atualmente, se ocupa com o atendimento de pacientes de todas as idades, desde recém-nascidos com pés tortos até jovens atletas que necessitam de cirurgia artroscópica e idosos que sofrem de artrose.

Além disso, qualquer um pode fraturar ou deslocar um osso.

Um dos mais importantes ramos de cirurgia hoje em dia é sem dúvida alguma a     


Cirurgia Ortopédica.
       Ela trata todos os problemas e defeitos referentes ao sistema musculoesqueletal.  Diferentemente do que se costuma acreditar, a cirurgia ortopédica não trata somente fraturas, mas também deformidades congênitas, problemas crônicos e traumáticos e problemas relacionados ao uso excessivo uso do tecido ósseo. As cirurgias ortopédicas são, sem dúvida nenhuma, uma das mais importantes áreas da cirurgia hoje em dia.

 "A Cirurgia Ortopédica engloba todos os problemas referentes ao sistema musculoesquelético. Diferentemente do que se costumava acreditar, a cirurgia ortopédica não trata somente de fraturas, mas também de deformidades congênitas, problemas crônicos das articulações e traumáticos e problemas relacionados ao uso excessivo do tecido osteoarticular".

        Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, as cirurgias ortopédicas tiveram seu grande avanço durante a Segunda Guerra Mundial, na Alemanha e na Itália, para tratar os soldados que estavam nos “fronts”.

Fonte: Cirurgia da Mão

Atualmente, 90% das novas técnicas e avanços em cirurgia ortopédica vêm dos EUA. Por outro lado, na Europa, houve a criação e o desenvolvimento de um protocolo internacional para a classificação e princípios de tratamento de fraturas, o Grupo AO – Association for Osteosintises, que é seguido por ortopedistas do mundo todo.     

Dependendo do caso, cirurgiões ortopédicos também receitam medicamentos e outros tratamentos envolvendo procedimentos não-cirúrgicos.
O Cirurgião Ortopédico

Seu cirurgião ortopédico trata de problemas especiais das diferentes regiões do sistema músculoesquelético.


Quais as características desejáveis para ser um ortopedista?

Para ser um ortopedista é necessário que o profissional tenha gosto por ajudar as pessoas, e que, acima de tudo, se interesse pelos sistemas do corpo e por promover a saúde e o bem-estar de seus pacientes.

Outras características desejáveis são:
  1. Responsabilidade
  2. Metodologia
  3. Capacidade de observação
  4. Capacidade de organização
  5. Dinamismo
  6. Agilidade
  7. Raciocínio rápido
  8. Facilidade de lidar com as pessoas
  9. Capacidade de diagnóstico
  10. Raciocínio lógico
  11. Carisma

 Os cirurgiões ortopédicos especializam-se em:

• Diagnóstico de lesões ou distúrbios;
• Tratamento com medicação, exercícios, cirurgia ou outros planos alternativos;
• Reabilitação mediante a recomendação de fisioterapia para recuperar a força, o movimento e a função;
• Prevenção mediante informação e tratamentos que visam evitar as lesões ou retardar o progresso das doenças.

Enquanto a maioria dos cirurgiões ortopédicos realiza cirurgias ortopédicas gerais, alguns se especializam no tratamento dos pés, das mãos, dos ombros, da coluna, dos quadris e dos joelhos, enquanto outros fazem isso em pediatria, traumatologia ou medicina esportiva.

Alguns cirurgiões ortopédicos especializam-se em várias áreas, p.ex., ombro e quadril. Outros especializam-se em ombro, cotovelo e cirurgia da mão.
Outras importantes especialidades da cirurgia ortopédica incluem ortopedia pediátrica e ortopedia para idosos, já que tanto crianças quanto pessoas mais velhas têm esqueletos frágeis.
Em crianças, é devido a uma estrutura óssea imatura e pessoas mais velhas por perder a dureza óssea devido a problemas como osteoporose, muito comuns em mulheres depois da menopausa.
O seu cirurgião ortopédico é um médico com capacitação para o diagnóstico e tratamento adequado das lesões e das doenças do sistema musculoesquelético.

  Os cirurgiões ortopédicos completam até 11 ou 12 anos de educação formal.

- Estudos básicos de primeiro e segundo grau (vestibular de medicina);
- Cinco anos de faculdade de medicina;
 -Um ano de internato na escola médica ou em hospital;
- Três a cinco anos de residência em ortopaedia ou subespecialidade 
ortopédica, em um centro médico da especialidade reconhecido pela Comissão de Ensino e Treinamento da SBOT e pela CNRM;
- Exame para obtenção do título de especialista pela SBOT/AMB;
        
   O cirurgião ortopédico comprova o seu domínio no campo da ortopedia, após a residência médica, sendo aprovado nos exames práticos, orais e escritos da SBOT;

   A cada ano, os cirurgiões ortopédicos passam muitas horas estudando e frequentando cursos de educação médica continuada para manter atualizado o seu conhecimento e a experiência adquirida em ortopedia.
   Hoje em dia, muitos avanços estão fazendo da cirurgia ortopédica um dos campos mais desenvolvidos da medicina.
      Novas tecnologias de reposição de juntas e próteses ósseas usando metal ou materiais derivados do polietileno estão possibilitando a cura de problemas que no passado seriam incuráveis, e possibilitando a reconstrução de juntas inteiras.

      A cirurgia ortopédica, também, envolve o campo da oncologia do sistema musculoesquelético. Na internet, podemos encontrar muita informação referente às últimas notícias e os procedimentos mais avançados da cirurgia ortopédica.
       Sendo um campo da medicina envolvendo desde problemas comuns até problemas mais complicados, é essencial manter-se informado sobre a cirurgia ortopédica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário