Marcadores

acessos (4) Acidentes (3) Anatomia (4) Articulações (4) Artralgia (1) Artrite (11) Artroscopia (1) Artrose (3) Atrofia muscular espinhal (1) Aula (1) Avaliação (3) Backhand (1) bioimpressora (1) Bursite (1) cartilage (1) Cartilagem (2) Cervical (2) Ciclistas (1) Cifose de Scheuermann (1) cinesiologia (2) cirurgia (2) claudicante (1) CMT (1) Cobb (1) Coluna Lombar (3) Coluna Toráxica (1) Coluna Vertebral (4) Corpo Humano (8) Cotovelo (2) criança (1) Crônica (1) Curiosidades (4) Dedo em Gatilho (3) Degenerativa (1) Descobertas (1) Diabetes (3) diabética (2) Diagnóstico (12) Dicionário (1) Diconário (1) Dissecação (1) Distensão (1) Doença (13) Dor (6) Dupuytren (1) Edital (1) Elliot Krane (1) esclerose múltipla (1) Escoliose (2) Espondilite (2) Espondilolistese (2) Espondilose (2) Estiloide (1) Estudo (2) Eventos (2) exame clínico (7) Exame físico (12) Exosesqueleto (1) Fêmur (1) Fibromialgia (1) Finkelstein (1) fixadores (1) flexores (1) Forehand (1) Fratura (7) Gessado (1) Glasgow (1) Gota (1) Hérnia de Disco (1) impressão 3D (1) Inflamação (1) Joelho (12) knee (5) Lasègue (1) Lesões (11) Lombalgia (1) Lombar (2) Manguito Rotador (1) Manual (1) mão (5) marcha anormal (1) Medicina (6) Médico-Paciente (2) Mellitus (1) membros inferiores (4) Membros Superiores (2) motor (1) Movimento (3) Mulher (1) Musculoesquelética (3) Músculos (2) Nervo (5) Neurológico (2) Neurônio (1) Ombro (6) órgãos (1) ortopedia (2) Ortopédico (3) Óssos (4) Osteoartrite (4) Osteocondrite dissecantes (1) Osteocondrose (1) osteomielite (2) Osteonecrose (1) osteoporose (2) Paralisia Cerebral (2) (7) pé torto congênito (1) Perna (3) Pérolas Clínicas (1) Perthes (1) Phallen (1) Poliartrite (2) Postura (1) Postura médica (1) Prognóstico (1) prótese (3) Psoríase (1) Quadril (2) questões resolvidas (2) Recém Nascido (1) Relação (1) Reumáticas (3) Reumatóide (3) RN (1) SBOT (2) Schober (1) Sensitivas (1) Tecnologia (3) tendão (2) tendinite (3) Tenossinovite (1) TEOT (1) Testes (14) Tornozelo (2) Tratamento (4) trauma (2) Trendelenburg (1) Trigger Finger (1) Tumores (1) Túnel do Carpo (2) Ulnar (1) Úmero (1) vídeo (8) Vila Olímpica (1)

quinta-feira, 17 de março de 2016

Osteoartrite

Osteoartrite,  Osteoartrose  ou  Artrose



O conhecimento de novas tecnologias em diversas áreas da ciência, juntamente com melhores investimentos em saneamento básico, campanhas de promoção de saúde e melhor nível educacional da população, trouxeram um aumento importante na expectativa de vida da população em todo o mundo, mas principalmente nos países mais desenvolvidos.
Projeções para países em desenvolvimento apontam que a população de idosos aumentará de 171 milhões para 1,6 bilhão até 2050.
No Brasil as perspectivas são muito importantes, pois o país será uma dos maiores contribuidores para o crescimento dessa população.
Contudo, esse aumento na expectativa de vida terá seu preço, pois trará consigo um aumento proporcional na incidência de doenças relacionadas ao crescimento, sendo a osteoartrite (AO) uma das principais.
A artrose é uma síndrome de etiologia incerta, exames complementares pouco definidores, exceto a radiologia.
Porém, há pouca precisão na correlação de exames radiológicos com a sintomatologia clínica.
Acomete todos os vertebrados, inclusive aparecendo em fósseis de dinossauros.
 Atualmente é uma das doenças mais frequentes e prevalentes na população adulta, chegando a afetar uma em cada três pessoas acima dos 35 anos e sendo praticamente universal acima da oitava década.
Sobre a definição da AO também não há consenso, tendo ocorrido muitas mudanças com o passar dos anos.
Outro aspecto pouco satisfatório no contexto da AO são os tratamentos empregados, pois seus objetivos são muito mais para alívio sintomático do que curativos.
A osteoartrite é definida pelo The American College of Rheumatology (ACR) como um grupo heterogêneo de condições que levam a sintomas e sinais articulares que estão associados a uma deficiência da cartilagem, alterações no osso subcondral subjacente, na membrana sinovial, nos ligamentos e na musculatura periarticular.


Na língua portuguesa, emprega-se tanto a denominação osteoartrite quanto osteoartrose ou artrose, tendo as três palavras o mesmo significado.
Classificação da Artrose
I)- Artrose Primária ou Idiopática
Ia)- Localizada:
1.      Mãos: nódulos de Heberden (IFDs), nódulos de Bouchard (IFPs); artrose erosiva (não nodal); Rizartrose (artrose da 1ª carpometacarpiana).
2.      Pés: hálux valgo; hálux rígido; dedos contraídos (dedos em martelo); talonavicular.
3.      Joelhos: patelo-femoral; fêmoro-tibial (medial e lateral).
4.      Quadris: excêntrica (superior); concêntrica ( axial e medial); difusa.
5.      Coluna: articulações interapofisárias; intervertebral (discal); osteófitos.
6.      Ombro: glenoumeral; acromioclavicular.
7.      Outras: tibiotalar; temporomandibular; sacroilíaca.

Ib)-   Generalizada
             Acometimento de três ou mais áreas acima descritas.

II)- Artrose Secundária
1.      Trauma
2.      Doenças congênitas ou do desenvolvimento
- Doenças localizadas: luxação congênita; Legg-Calve-Perthes; acetábulo raso;
- Fatores mecânicos: hipermobilidade, deformidade em valgo ou varo; diferença  
                                      de comprimento dos membros inferiores.
3.      Doenças metabólicas: ocronose (alcaptonúria); hemocromatose; doença de
                                        Gaucher; doença de Wilson.
4.      Doenças por deposição de cristais: doença por depósito de pirofosfato de cálcio;
                                                               hidroxiapatita.
5.      Outras doenças osteoarticulares: necrose avascular, doença de Paget, gota, artrite
                                                                   reumatóide, artrite sépticas, osteocondrite.
6.      Miscelânia: acromegalia, neuroartropatia de Charcot, hemoglobinopatias.


Para  The  American Academy of Orthopaedic Surgeons (AAOS)-
Osteoartrite, também conhecida como "desgaste", artrose é uma doença progressiva das articulações.

Causas
Com osteoartrite, a cartilagem articular que cobre as extremidades dos ossos nas articulações gradualmente se desgasta. Onde antes havia cartilagem articular íntegra que faia os ossos se moverem facilmente um contra o outro, agora há uma superfície áspera desgastada. O movimento articular ao longo desta superfície exposta é doloroso.
A Osteoartrite, geralmente, desenvolve-se depois de muitos anos de uso. Ela afeta as pessoas que são de meia-idade ou mais velhas. Outros fatores de risco para a osteoartrite incluem obesidade, lesão anterior na articulação afetada, e história familiar de osteoartrite.

Os sintomas
Osteoartrite pode afetar qualquer articulação do corpo, com sintomas que variam de leve a incapacitantes.
A articulação afetada por osteoartrite pode estar dolorosa e inflamada. Sem cartilagem, os ossos friccionam diretamente uns contra os outros, quando os movimentos articulares são realizados. Isto é o que causa a dor e a inflamação. Uma dor incômoda, geralmente, desenvolve-se com o tempo. A dor pode ser pior pela manhã e melhorar com a atividade. Atividade vigorosa pode causar dor.

Mãos de uma paciente com artrose. Crescimentos ósseo (nódulos de Heberden) no dedo mínimo são típicos da osteoartrite

A articulação pode perder a mobilidade e inchar, ficar mais alargada "fora do comum". Uma colisão entre os ossos pode desenvolver-se na junta. Dobrar a articulação torna-se difícil, porque o movimento pode estar limitado.
Fragmentos soltos de cartilagem e de outros tecidos podem interferir com o movimento suave das articulações. A articulação pode bloquear quando usada. Pode ranger ou fazer um ruído (crepitação). Embora a osteoartrite não pode ser curada, a sua identificação e o tratamento precoce podem retardar a progressão da doença, produzir o alívio da dor e restaurar a função.

Diagnóstico

Serão feitos: uma história médica completa, exame físico, raios-X e exames laboratoriais.
O médico vai querer saber se a articulação já foi traumatizada. Ele (ou ela) vai querer saber quando a dor nas articulações começou e qual é o tipo de dor: a dor é contínua, ou intermitente? Ela ocorre em outras partes do corpo? É importante saber quando a dor ocorre: é pior à noite? Será que ocorre com caminhada, corrida ou em repouso?
O médico irá examinar a articulação afetada em várias posições para ver se há dor ou movimento restrito. Ele ou ela vai procurar ruídos articulares (crepitação) que indicam atrito de osso contra osso. Há perda de massa muscular (atrofia), e sinais de que outras articulações estão envolvidas. O médico irá procurar sinais de lesão nos músculos, tendões e ligamentos.
O raio-X pode mostrar o grau de deterioração das articulações, incluindo estreitamento do espaço articular, afinamento ou erosão do osso, excesso de líquido na articulação, e osteófitos ou outras anormalidades. Eles podem ajudar o médico a distinguir diversas formas de artrite.
Às vezes, exames laboratoriais podem ajudar a excluir outras doenças que causam sintomas semelhantes aos da osteoartrite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário